12 de setembro de 2014

Carta de Veneza de 1964

Carta de Veneza 1964
  • Necessidade de que se formulassem princípios válidos internacionalmente e que cada país os pode-se aplicar de acordo com a realidade local.
  • Foi uma sintese das teorias de até então, onde houve a necessidade de esclarecer a terminologia devido à forte influencia de Viollet-Le-Duc e a "conservação".
  • O principio básico era o de ao se restaurar um edifício histórico, preservar tanto a obra de arte como o testemunho histórico que vai ser o mesmo alicerce do "restauro crítico".
  • Ampliou-se a noção de patrimônio não só aos monumentos "maiores", às criações grandiosas e isoladas mas, também aos seu entorno e obras modestas que com o decorrer da história assumiram significação cultural.
  • Incentivar o uso do monumento de modo que o tornasse útil à sociedade contemporânea, um principio para os projetos de reutilização que se seguiram, inserindo a restauração no quadro social, econômico e cultural dos diversos países.
  • embora limitada na sua influência no campo legislativo, teve um papel relevante na formação e orientação de numerosos restauradores, sendo a base de referencia para importantes trabalhos neste campo
Ver o post: Restauro Crítico

Compre o Livro: