15 de setembro de 2014

Monumento & Patrimônio

Monumento & Patrimônio


Monumento 

  • É um instrumento de memoria;
  • Um artefacto de qualquer forma ou natureza;
  • Feito por um grupo humano, destinado a rememoração e comemoração de fatos, indivíduos e crenças, etc.. 
  • É uma constante cultural e está presente em todos os povos e culturas.

Monumento Histórico 

  • É uma criação da cultura da Europa Ocidental. 
  • É escolhido entre os edifícios antigos por seus valores históricos e artísticos tenha sido ele ou não edificado com intensões memoriais. 
  • Apareceu sob a denominação de “antiguidade”, no seculo XV na Itália e seria somente a partir do seculo XIX que se trataria de sua preservação e restauração. As prescrições atuais para a conservação de monumentos só seriam generalizáveis se houvesse uma “ocidentalização” completa do mundo. 
  • Temos em relação aos edifícios religiosos duas tradições, a budista, semelhante a ocidental e a xintoísta que promove a reconstrução dos templos periodicamente pois, nessa visão, a destruição e reconstrução são necessárias de modo a purificar tanto o local como a matéria.

Patrimônio

  • O termo "patrimônio", para Françoise Choay, está na origem ligado às estruturas familiares, econômicas e jurídicas de uma sociedade estável, enraizada no espaço e no tempo, hoje requalificado por diversos adjetivos (genético, natural, histórico, entre outros) que fazem dele um conceito "nômade", sendo com freqüência empregado cotidianamente para designar um conjunto de bens, materiais ou não, direitos, ações, posse e tudo o mais que pertença a uma pessoa, ou seja suscetível de apreciação econômica.
  • Traduzido em inglês como heritage, e em espanhol como herencia, "patrimônio" traz no conjunto de seu significado uma relação estreita com a idéia de herança: "algo que é transmitido, segundo as leis, dos pais e das mães aos filhos", ou, na visão do cientista social Radcliffe-Brown [1989], traduzido como "a transferência de status baseada na relação existente entre dois membros de um grupo social, entre aquele que transmite e o que recebe."
  • Choay comenta que essa transmissão ou transferência de uma geração para a seguinte, seja de uma propriedade considerada como patrimônio do grupo e da família, ou do status relativo a tal propriedade, é de vital importância para a continuidade de um grupo social. Essa passagem é feita na forma de herança de bens e de práticas sociais.

Bibliografia:

CHOAY. Françoise. Alegoria do patrimônio. São Paulo: Estação Liberdade, Unesp, 2001